Prefeitura de Fortaleza deve adotar retorno com aulas remotas e presenciais na rede municipal em 2021 | Ceará – Jornal Notícias do Ceará

Após quase nove meses sem aulas presenciais, a Prefeitura de Fortaleza elabora um plano de retorno das aulas com ensino remoto e presencial para o próximo ano. Conforme a titular da Secretaria Municipal de Educação, Dalila Saldanha, o planejamento híbrido está sendo construído em diálogo com o Ministério Público do Ceará e a Secretaria da Educação. As medidas serão para garantir o retorno seguro de estudantes e professores.

Segundo o prefeito eleito, Sarto Nogueira, o modelo híbrido só deverá ser adotado com a permissão das autoridades sanitárias, Secretaria Municipal e Estadual de Saúde e a aprovação da equipe responsável pela elaboração do plano de retorno.

“A regra é a segurança. As escolas já foram adaptadas na sua infraestrutura para obedecer o distanciamento e a data vai ser determinada pelos indicadores (do coronavírus)”, declara Sarto.

  • Prefeitura de Fortaleza começa a matricular alunos novatos nesta sexta

Mesmo com a data de retorno indefinida, as escolas municipais de Fortaleza já tiveram mudanças estruturais, como a instalação de ventiladores e construção de janelas, aponta Dalila Saldanha. As modificações tem como objetivo garantir a circulação de ar dentro das salas de aula e reduzir as chances de contágio da doença.

A secretaria de educação também abriu licitação para compra de Equipamentos de Proteção Individual, como máscaras, álcool em gel e termômetros, a fim de aferir a temperatura de professores, alunos e outros servidores atuantes nas escolas.

Para a retomada híbrida, protocolos pedagógicos estão sendo construídos pela secretaria, focando na formação de crianças, professores e técnicos das escolas sobre medidas de segurança, a necessidade do uso dos EPIs e do respeito ao distanciamento social no cotidiano. “A gente tem cartilha e esse plano está sendo sempre acompanhado e elaborado de forma conjunta”, reforça a secretária.

Por , em 2020-12-11 14:51:00


Fonte g1.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: