Praia de Iracema, em Fortaleza, está cercada por grades para barrar aglomeração na virada do ano | Ceará – Jornal Notícias do Ceará

Todo o calçadão da Praia de Iracema, entre a Rua Arariús e a Avenida Barão de Studart, já recebeu grades para evitar aglomerações no réveillon. Os operários retomaram às 8h45 desta quinta-feira (31) os trabalhos de colocação das grades na Praia do Lido, conhecida com Praia dos Crush, Aterro e Aterinho, áreas bastante frequentadas e os principais pontos de concentração na virada do ano em Fortaleza.

Apesar do pequeno fluxo de pessoas, várias equipes da Polícia Militar e fiscais da prefeitura estão a postos em vários pontos da praia. Um caminhão da Polícia Militar está posicionado ao lado da Estátua de Iracema Guardiã. Muitos fiscais estão de plantão entre as avenidas Historiador Raimundo Girão e Barão de Studart.

Os fiscais vão trabalhar em regime de revezamento até a 1h da manhã do dia 1º de janeiro. Eles participam de uma operação preventiva e de orientação para que não sejam montadas barracas de venda na Praia de Iracema, e demarcação do espaço público.

População e turistas estão proibidos de acessar a faixa de areia da Praia de Iracema. — Foto: José Leomar/Sistema Verdes Mares

As avenidas Beira-Mar e Historiador Raimundo Girão vão ser interditadas no trecho compreendido entre a Rua Arariús e Avenida Barão de Studart. Um total de 144 agentes estará na operação. Em virtude do bloqueio, condutores que desejam seguir em direção ao Porto do Mucuripe devem utilizar as avenidas Ildefonso Albano e Monsenhor Tabosa.

Já para o fluxo do sentido contrário (com destino à Barra do Ceará), a orientação é utilizar as avenidas Abolição, Barão de Studart e Rua Deputado Moreira da Rocha. Ao longo de toda a avenida estão previstas rotas de fiscalização. A previsão é de que os bloqueios sejam liberados às 2h da manhã do dia 1º de janeiro.

Poucas pessoas foram à Praia de Iracema na manhã do último dia do ano — Foto: Wânyffer Monteiro/Sistema Verdes Mares

Funcionamento das barracas de praia

A prefeitura realiza abordagens aos permissionários donos de barracas de praia, feirantes da Feirinha da Beira-Mar e ambulantes da Praia de Iracema, orientando quanto ao funcionamento do comércio e as restrições no dia 31 de dezembro, conforme o decreto do Governo do Estado. No caso, a Feirinha não funcionará, retornando no dia 1º de janeiro de 2021.

As barracas de praia têm funcionamento programado até as 22 horas e os ambulantes da Praia de Iracema também foram orientados a não realizarem suas atividades no dia 31 de dezembro. As medidas procuram evitar as aglomerações.

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) anunciou a frota de ônibus que vai operar no feriado de réveillon. Na quinta (31) e sexta-feira (1º), como não haverá a realização de festas de réveillon, a frota está programada para operar como em um fim de semana, em função da queda de demanda. Os usuários que utilizarem o transporte coletivo nessas datas serão beneficiados pela Tarifa Social, com a redução no valor da passagem para R$ 3,00 (inteira) e R$ 1,30 (tarifa estudantil).

O que o decreto diz sobre o réveillon

  • Eventos dentro de casa devem reunir no máximo 15 pessoas;
  • Ficam proibidos eventos e reuniões
  • Limitação de seis pessoas por mesa nos restaurantes, com limite de 50% da capacidade máxima do estabelecimento. Festas, shows e celebrações estão proibidos.
  • Qualquer evento está proibido em hotéis e o número de pessoas por quarto fica limitado em três adultos ou dois adultos e três crianças.
  • Os municípios ficam proibidos de promover festas, exceto se realizadas com transmissão por TV, rádio ou internet, sem aglomeração de público, artistas ou organizadores.

Os fiscais participam de uma operação preventiva e de orientação para que não sejam montadas barracas de venda na Praia de Iracema — Foto: Wânyffer Monteiro/Sistema Verdes Mares

O Ceará registrou, até a tarde desta terça-feira (29), 330.986 casos confirmados de Covid-19 e 9.971 óbitos em decorrência da enfermidade.

A festa de réveillon no Aterro ocorre desde 2005, promovida pela prefeitura, e já chegou a reunir mais de 1 milhão de pessoas, mas nesta ano, por causa pandemia não vai ser realizada.

Assista às notícias do G1 em 1 Minuto

Por , em 2020-12-31 13:33:00


Fonte g1.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: