Celebridade do futebol ‘toca terror’ em condomínio na Serra, denunciam moradores – Jornal Notícias do Ceará

O condomínio fica as margens da lagoa Jacuném e é visitado com frequência por celebridades nacionais. Foto: Divulgação

Quem imagina que morar em condomínio de casas valorizadas, é só tranquilidade, pode estar enganado. Os moradores de um condomínio luxuoso da Serra, que tem recebido celebridades e possui como moradores empresários bem sucedidos e pessoas conhecidas no município, também têm seus problemas que vão desde música alta madrugada adentro, à veículos que desrespeitam a velocidade determinada para o local, além de festas que rolam até usuários de drogas. O condomínio que é considerado bairro da Serra, fica às margens da lagoa Jacunem.

A algazarra é feita, segundo moradores por um jogador de futebol do Fortaleza, que não terá o nome identificado nesta reportagem. O atleta comprou a casa no condomínio e segundo os moradores, desrespeita as regras e normas do condomínio e município, como a lei do silêncio, deixando som alto e até bandas varando a madrugada.

Segundo um morador, que não quis se identificar, até ameaça de morte o jogador fez neste final de ano, quando abordado por conta da velocidade em que dirigia seu veículo dentro das vias condomínio, onde circulam crianças. “Som alto até altas horas da madrugada, funk com show ao vivo e tudo, ameaça de morte, aglomeração de pessoas, gritarias, carros e motos circulando em alta velocidade aqui dentro, são alguns dos problemas que estão acontecendo aqui”, relata um morador.

Outro morador que também procurou o TEMPO NOVO, disse que a administração do condomínio notifica e multa. “O jogador entra com seus advogados, para defender o indefensável, diz que vai pagar a multa e continua com a algazarra. Realmente está muito difícil esta situação aqui dentro. Os moradores tem medo de chamar a polícia por conta das ameaças que estão sofrendo”, denuncia.

Um outro morador disse que já pensa em sair do condomínio. “Está um caos. Cada carro que chega eu salto para janela e é sempre pelas altas horas da noite. Ontem (4) mesmo por volta das 23h30 entrou o carro com três que saltaram e chegaram para dormir. Realmente penso em sair daqui. Não construí minha casa para passar por isso. Vou voltar para minha casa em Laranjeiras onde morei a vida toda. Alguma coisa tem ser feita para parar estas pessoas. Não só destas ‘celebridades’, infelizmente o comportamento ruim quando não enfrentado desperta outros a fazer o mesmo e olha que só estamos começando o condomínio”, revela.

A administração do condomínio disse que está se preparando para que esta situação seja resolvida, vai procurar o seu Clube de Futebol para relatar suas atitudes grosseiras e inadequadas. Disse que os bons tem que ficar e quem está errado ou passa a se comportar, ou saia do condomínio, porque existe lei para o “condômino antissocial”.

A constituição federal garante o direito da propriedade, mas também permite mecanismos legais, para que o condômino antissocial seja obrigado a respeitar os limites da boa convivência e dos bons costumes em comunidade, caso contrário pode ser privado do uso de sua propriedade, por mal comportamento.

Por , em 2021-01-05 15:44:00


Fonte www.portaltemponovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: