Enderson Moreira tem uma semana para ajustes no Fortaleza – Jogada – Jornal Notícias do Ceará

O Fortaleza inicia hoje um intervalo de uma semana até o próximo compromisso na Série A do Brasileiro. As disputas da Libertadores deixam o time tricolor com folga de seis dias para o duelo com o Internacional, às 20h30 do domingo (17), no Estádio Beira-Rio, pela 30ª rodada.

Quando contabilizado desde o último duelo, sábado (9), o período se estende para oito. E será o maior até o fim da competição, em fevereiro. Tempo necessário para o recém-chegado Enderson Moreira realizar maiores ajustes táticos no plantel tricolor.

O cartão de visitas à frente da equipe ocorreu no empate sem gols com o Grêmio. O resultado, de fato, não ajudou na complicada situação no torneio: uma vitória em 13 jogos e a zona de rebaixamento cada vez mais próxima. No entanto, trouxe pontos positivos.

Com uma única atividade antes da bola rolar, a base da formação foi mantida (4-2-3-1). Assim, o saldo é de uma equipe com credenciais para evolução.

As estratégias devem ser melhor trabalhadas ao longo da semana, além do repertório do elenco: os 10 atletas infectados inicialmente pelo novo coronavírus ficam disponíveis para atuar após cumprir o isolamento previsto pela CBF.

A lista de atletas afetados contempla o goleiro João Pedro, os laterais Pablo e Tinga; os zagueiros Quintero e Jackson; os volantes Luiz Henrique e Juninho; o meia Mariano Vázquez; e os atacantes David e Bergson.

“A gente pode agregar muito a essa equipe ainda, em todos os aspectos. Acho que a gente ganha muito com o retorno desses atletas, ganha em opções. Espero que a gente possa aproveitar essa semana. Não é garantia de melhorar muito, mas é possibilidade de nos encaixarmos melhor. Trabalhar as partes ofensiva, defensiva, bola parada, são detalhes que podem fazer diferença nesse campeonato”, afirmou Enderson.

Para a sequência, no entanto, o atacante Ederson e o goleiro Marcelo Boeck testaram positivo para a Covid-19 e entraram para a lista de desfalques.

O departamento médico tricolor informou que a dupla está assintomática e segue avaliação com infectologista para exames complementares.

Postura

O empate com o Grêmio deixou o Leão com 32 pontos restando nove partidas para o término do Brasileiro. A meta é conquistar os 45 para se manter na 1ª divisão da Série A, segundo retrospecto histórico.

Em campo, o Fortaleza melhorou o ímpeto. A equipe terminou o confronto somando mais posse de bola (54% x 46%), finalizações (14 x 11) e passes (449 x 369).

Organizado e compacto, o time seguiu no 4-4-2 ao ser atacado, mas também adiantou as linhas para dificultar a saída adversária.

Já o número de finalizações foi bem expressivo e forçou intervenções do arqueiro rival, ou seja, o time melhorou os arremates.



Quero receber conteúdos exclusivos de esporte





Por , em 2021-01-10 23:04:02


Fonte diariodonordeste.verdesmares.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: