Ministério Público do Ceará requisita plano de vacinação contra Covid-19 à Boa Viagem e Madalena | Ceará – Jornal Notícias do Ceará

O Ministério Público do Ceará requisitou, nesta terça-feira (19), que as prefeituras das cidades de Madalena e Boa Viagem apresentem um plano municipal de vacinação contra a Covid-19. Os gestores têm o prazo de dez dias para realizar a elaboração e apresentação do documento.

O G1 entrou em contato com as prefeituras de Boa Viagem e Madalena para solicitar um posicionamento e até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

O plano deve conter a quantidade de grupos prioritários a serem vacinados na cidade, dados sobre o planejamento da campanha e informações sobre o sistema de refrigeração dos imunizantes, controle e registro das pessoas vacinadas, com informações sobre o lote da vacina e o nome da pessoa imunizada, com o objetivo apurar e identificar as causas de possíveis eventos adversos.

Os gestores também precisam encaminhar o inventário quinzenal dos medicamentos e insumos utilizados pelo município para atendimento aos pacientes com Covid-19, tanto nos casos leves quanto aqueles que demandam hospitalização.

De acordo com o IntegraSUS, plataforma da Secretaria da Saúde do Ceará, a cidade de Boa Viagem tem 1.611 casos confirmados de Covid-19 com 41 óbitos pela doença. Já o município de Madalena registra 585 infecções pelo novo coronavírus e acumula 24 mortes em decorrência da enfermidade. Os dados foram atualizados às 17h09 desta terça-feira (19).

Perguntas e respostas sobre a vacinação no Ceará

Começou nesta segunda-feira (18) a vacinação no Ceará, em uma cerimônia realizada no Hospital Leonardo da Vinci, em Fortaleza.

Devido ao número reduzido de doses, a vacina é priorizada para profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia e idosos que vivem em abrigos de longa permanência, os asilos.

Cada pessoa deve receber duas doses, ou seja, a quantidade atual de unidades da Coronavac é suficiente para imunizar 109 mil cearenses.

O número é suficiente para vacinar 1,2% da população do estado.

Veja abaixo perguntas e respostas sobre a vacinação contra a Covid-19

Técnica de enfermagem foi a primeira a ser imunizada contra a doença no Ceará — Foto: Helene Santos

Quem será vacinado na primeira etapa no Ceará?

As primeiras doses são destinadas a profissionais da saúde e idosos que vivem em asilos. As doses são aplicadas nos locais de trabalho ou nos lares de longa permanência.

Plano de vacinação contra Covid-19 no Ceará deve imunizar 1,79 milhão de pessoas — Foto: Governo do Estado do Ceará/Reprodução

As doses disponíveis no Ceará no momento não são suficientes para imunizar todas as pessoas desses grupos.

A vacina tem quantas doses?

Pessoas que recebem a Coronavac, vacina desenvolvida na China e produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, devem ter duas doses.

Qual o intervalo entre a primeira e a segunda dose da Coronavac?

Quem recebeu a primeira dose deve receber a segunda no intervalo de 14 a 28 dias, segundo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Quando as demais pessoas vão ser vacinadas?

Ainda não há data definida para o programa de vacinação. O cronograma vai depender da produção da vacina pelo Butantan e da distribuição pelo Governo Federal. O Ministério da Saúde tenta adquirir vacinas produzidas na Índia e pela Fiocruz.

E quando a vacina chegar, quando serei vacinado?

As cidades devem desenvolver um cronograma de vacinação. Em Fortaleza, a secretária da Saúde, Ana Estela, afirma que as pessoas vão precisar de um aplicativo para agendar a vacinação ou vão poder fazer pelo site Vacine Já, que será atualizado.

Onde será a vacinação no Ceará?

As cidades devem disponibilizar os locais de vacinação. Em Fortaleza, o Centro de Eventos, Estádio Presidente Vargas, Ginásio Paulo Sarasate e a Arena Castelão serão adaptados para receber a população. Não haverá vacinação em postos de saúde.

Há seringas suficientes para todo mundo no Ceará?

O Governo do Estado afirma que as seringas disponíveis no Ceará são suficientes para um programa de imunização completo. O governador Camilo Santana também afirma que a logística de distribuição está garantida.

Preciso levar algum documento ou me cadastrar em algum site?

O cadastro deve ser feito em um aplicativo ou site que ainda ficarão disponíveis. As pessoas devem ir ao local de vacinação apenas no horário e dia agendados. Ainda não foi informado quais documentos serão necessários.

É verdade que o Ministério da Saúde está fazendo um agendamento para receber a vacina?

Não é verdade. Em nota, o Ministério da Saúde disse que não realiza agendamento para aplicação de nenhum tipo de vacina e nem envia códigos para celular dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 minuto:

Por , em 2021-01-19 18:58:00


Fonte g1.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: