Análise: com atuação primorosa de Richard, Ceará sai com empate amargo | ceará – Jornal Notícias do Ceará

O Ceará teve dois protagonistas no duelo contra o São Paulo. Na primeira etapa, Richard se multiplicou para evitar o bombardeio do time paulista. Nos acréscimos, Léo Chú colocou o time na frente, mas por apenas cinco minutos. O time dono da casa arrancou o empate no Morumbi no fim do jogo. O Vovô vê objetivo próximo de ser alcançado, mas precisa manter ritmo acelerado para confirmar vaga em competição internacional.

+ Confira as novidades do Ceará
+ Veja a tabela da Série A do Brasileirão

O Ceará teve apenas uma mudança para o duelo contra o São Paulo. Rick fez o primeiro jogo como titular, assumindo a vaga de Léo Chu. Luiz Otávio foi poupado por desgaste físico. O zagueiro foi substituído no início do segundo tempo contra o Corinthians reclamando de dores na posterior da coxa direita. Segundo o clube, o jogador não tem lesão.

Em campo, o ataque do Ceará teve uma atuação bem abaixo da média durante o primeiro tempo. Foi pouco ofensivo e envolvido na marcação do adversário paulista. Arriscou apenas três vezes e somente uma para o gol.

Quem mais teve trabalho durante a primeira etapa foi o goleiro Richard. O início do jogo foi de um Ceará chamando o time do São Paulo para o ataque e deixando que ele dominasse a posse de bola na maior parte do tempo. O Tricolor criou e arriscou com Luciano, Daniel Alves, Igor Gomes e Pablo. Todas as chances pararam em grandes defesas do goleiro alvinegro.

Richard São Paulo x Ceará — Foto: Marcos Ribolli

O ataque tinha problemas em criar. Rick e Vina passavam em branco. As chances foram um chute de Bruno Pacheco, que passou longe de Tiago Volpi e um chute de Cléber de fora da área.

Algumas mudanças surtiram efeito na segunda etapa. Charles entrou no lugar de Rick e reforçou o meio-campo. Saulo Mineiro também entrou na partida, e Vina e Sobral ficaram mais próximos em campo na tentativa de criar jogadas. As alterações dificultaram a saída de bola adversária e permitiram mais perigo nos contra-ataques. Assim o ritmo do São Paulo caiu e o time encontrou mais dificuldades de criar oportunidades. O Vovô arriscou mais que na primeira etapa e somou cinco finalizações contra quatro do Tricolor.

A última alteração do Ceará foi a que mais surtiu efeito no resultado. Léo Chú entrou em campo no lugar de Lima aos 39 do segundo tempo. Aos 47, o atacante aproveitou um vacilo de Volpi em tentativa de drible, roubou a bola e marcou o gol do Ceará. Mesmo com vantagem, o time seguiu com as linhas adiantadas e levou o empate aos 52.

Guto Ferreira São Paulo x Ceará — Foto: Marcos Ribolli

A lição que fica é de buscar apertar o pé no acelerador novamente, porque ainda há três confrontos pela frente. O Ceará ainda encara o Fluminense (em casa), Coritiba (fora) e o já rebaixado Botafogo (casa). O Vovô não tem mais risco de rebaixamento e com 46 pontos mira competição internacional.

Vem de duas derrotas e um empate. O time já está quase garantido na Sul-Americana. Para alcançar o sonho de vaga na Pré-Libertadores não pode mais perder e tem que torcer por outros resultados.

Por , em 2021-02-11 05:00:00


Fonte globoesporte.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: