Após um ano, tentativa de homicídio contra Cid Gomes durante motim de PMs segue em fase de inquérito – Segurança – Jornal Notícias do Ceará

A investigação do atentado contra a vida do senador licenciado e ex-governador do Ceará, Cid Gomes, permanece em andamento. Um ano após o político ser baleado em Sobral, durante motim de PMs, o caso continua em fase de inquérito policial. De acordo com a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD), a Delegacia de Assuntos Internos (DAI) chegou a encaminhar o inquérito à Justiça pedindo dilação do prazo.

“As diligências ainda prosseguem para apuração dos fatos”, disse a CGD. Já o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) informou que os autos do inquérito devem ser apreciados pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) para oferecimento ou não de denúncia à Justiça. A identidade do autor dos disparos não foi revelada.

Cid Gomes foi atingido por dois disparos de arma de fogo no dia 19 de fevereiro de 2020, quando tentava negociar com policiais militares amotinados no 3º Batalhão de Polícia Militar em Sobral. Cid dirigia uma retroescavadeira tentando entrar no quartel, à época ocupado por homens mascarados. Os vidros do veículo estilhaçaram no momento do crime.


Os projéteis que atingiram o ex-governador do Ceará eram de pistola .40, arma de uso dos militares. Um projétil bateu na clavícula e saiu, e o outro se alojou no pulmão esquerdo. No Hospital do Coração de Sobral, a bala do pulmão foi drenada. Após a tentativa de homicídio, os policiais amotinados abandonaram o equipamento.

 

 

 



Quero receber conteúdos exclusivos sobre segurança





Por , em 2021-02-17 23:00:00


Fonte diariodonordeste.verdesmares.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: