Agefis encerrou 22 eventos e fechou 21 estabelecimentos durante dias de Carnaval em Fortaleza – Metro – Jornal Notícias do Ceará

Entre os dias 12 e 18 de fevereiro, período em que ocorreriam as festas de Carnaval, operações da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), em conjunto com a Guarda Municipal e forças de segurança do Estado, encerraram 22 festas com aglomeração e fecharam 21 estabelecimentos comerciais. As atividades descumpriam os decretos municipal e estadual relativos ao controle sanitário para frear a disseminação da Covid-19 no período. 

Decreto do Carnaval teve fim à meia-noite desta quinta-feira (18) e já deu lugar a novo documento, que vale até o dia 28 de fevereiro e institui “toque de recolher”, limita funcionamento de atividades e renova barreiras sanitárias. Medidas foram anunciadas pelo governador Camilo Santana nessa quarta-feira (17).

Durante live nesta quinta, a superintendente da Agefis, Laura Jucá, informou que foram, no total, 89 fiscalizações e 42 documentos fiscais de notificações e autuações emitidos no período que seria de Carnaval. “Atividades foram encerradas devido ao não cumprimento dos decretos e não obedecendo às normas de distanciamento social, uso de máscara, que é muito importante, uso de álcool em gel e também não cumprindo os horários de início e encerramento”, pontua. 

“Toque de recolher” será fiscalizado 

De acordo com o coronel Eduardo Holanda, titular da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), nesta quinta-feira, a partir das 22 horas, começará, junto com o “toque de recolher”, que dura até as 5h, a fiscalização dos órgãos de segurança municipal e estadual. “Vamos ter diversas operações da Guarda Municipal, AMC, Polícia Militar e todas forças da Prefeitura e Governo estarão juntas nessa questão”, afirma. 

O secretário pontuou ainda a permanência das barreiras sanitárias nas entradas e saídas de Fortaleza e pediu que a população respeite as determinações para “garantir a vida e saúde de nossas famílias”. Além da restrição de circulação pela cidade, equipamentos públicos ficam proibidos de funcionar depois das 17 horas.

“Se você não tem absoluta necessidade de entrar e sair de Fortaleza, se não for questão de saúde ou trabalho, permaneça na cidade, não saia de casa”, alertou o titular da Sesec.

Das 17h às 5h, durante todos os dias da semana, fica proibida a utilização dos seguintes espaços em todos os 184 municípios cearenses:

  • Praias
  • Calçadões
  • Areninhas
  • Praças 

Veja atividades pelas quais é permitido circular no horário do “toque de recolher”

  • Serviços públicos essenciais;
  • Farmácias;
  • Indústria;
  • Supermercados/congêneres;
  • Postos de combustíveis;
  • Hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência;
  • Laboratórios de análises clínicas;
  • Segurança privada;
  • Imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral;
  • Funerárias.


Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza





Por , em 2021-02-18 17:22:24


Fonte diariodonordeste.verdesmares.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: