Com permanência na Série A, Fortaleza já acelera planejamento para 2021; veja primeiras definições – André Almeida – Jornal Notícias do Ceará

A matemática ainda não garante 100%, mas o Fortaleza está virtualmente garantido na Série A do Campeonato Brasileiro para 2021. Só uma verdadeira catástrofe faria o Vasco tirar a diferença de 12 gols de saldo na última rodada. Ciente disto e já contando com a permanência, a diretoria leonina já deve acelerar o planejamento para a temporada que vem e pensar em uma reformulação.

As decisões devem ser tomadas com celeridade. Afinal, o tempo será curto. Menos de uma semana depois do jogo contra o Fluminense, às 21h30min desta quinta-feira (25), o Tricolor já volta a campo na quarta-feira (3), para enfrentar o CRB, às 19h30min, pela estreia da Copa do Nordeste. A partida marca a abertura do calendário 2021 para o Leão do Pici.

A primeira definição é sobre a permanência do técnico Enderson Moreira. Isso irá nortear todo o planejamento para a próxima temporada. Ele possui contrato até o fim de 2021, e a Coluna apurou que haverá manutenção e continuidade do trabalho.

Legenda:
Enderson Moreira deve seguir no Fortaleza para 2021

Foto:
José Leomar/SVM

Na avaliação da diretoria, não seria justo condenar o trabalho do mineiro de 49 anos, tendo em vista que ele não participou da montagem do elenco, não pôde realizar contratações, não teve tempo de implementar os conceitos de jogo e assumiu o clube restando nove rodadas com a missão de garantir a permanência na Primeira Divisão. Objetivo que foi atingido.

A missão não foi fácil, considerando que a confiança do elenco estava abalada e, na visão do clube, Enderson conseguiu dar uma chacoalhada no aspecto emocional. Além disso, foi atrapalhado pelos diversos casos de Covid-19. Ele próprio chegou a ficar internado.

A partir de agora, será uma oportunidade para que Enderson possa, de fato, empregar sua filosofia e identidade, mudar a forma de jogar da equipe, buscar no mercado peças que ele julgue interessantes para fortalecer o elenco.

Quem fica? Quem sai?

Legenda:
Gabriel Dias é um dos jogadores com vínculo até o fim da Série A

Foto:
Thiago Gadelha / SVM

Outras decisões importante precisarão ser tomadas acerca do elenco de jogadores. É fato que o grupo atual tem serviços prestados e é vitorioso, com a manutenção da base de atletas que fizeram parte da temporada 2019, quando o clube foi campeão da Copa do Nordeste, do Campeonato Cearense e terminou na 9ª colocação no Campeonato Brasileiro, levando o Fortaleza à Copa Sul-Americana pela primeira vez na história. Resultados expressivos.

Porém, muitos nomes importantes apresentaram queda de rendimento, enquanto outros praticamente não foram utilizados. O Departamento de Futebol do clube analisa a situação dos atletas individualmente para que haja definição sobre quem interessa ou não.

Oito jogadores estão em fim de contrato: Gabriel Dias, Roger Carvalho, Paulão, Jackson, Carlinhos, Derley, Ronald e Éderson. Além deles, Wellington Paulista e Mariano Vasquez possuem vínculo até o meio do ano.

Outros atletas que já chamaram atenção de outros clubes anteriormente podem até ser negociados para que haja geração de receitas. Os atacantes Romarinho e David são dois exemplos. Bergson é outro que pode deixar o clube.

Ronald

Legenda:
Ronald ficará no Fortaleza

Foto:
Thiago Gadelha/SVM

O caso do volante Ronald é bem específico. O Fortaleza tem até o fim de fevereiro para exercer a prioridade de compra do jogador junto ao Juventus-SC, algo que a Coluna antecipou desde outubro que o clube fará. A situação está encaminhada e será resolvida nos próximos dias.

Por cláusula já fixada em contrato quando Ronald veio por empréstimo, a compra será pelo valor de R$ 1 milhão por 60% dos direitos econômicos. O Juventus-SC permanecerá com 40%.

Contratações

A manutenção na Série A deu também mais tranquilidade para que o Fortaleza pudesse acelerar o processo de contratações. O primeiro reforço é o meia Lucas Crispim, ex-Guarani. Ele já chegou na capital cearense, esteve nesta segunda-feira (22) no Pici e realizou exames médicos, deu voltas ao redor do campo. O contrato vai até o fim de 2022, e a ideia pe que ele esteja apto a estrear contra o CRB. 

Outros estão no radar, como os atacantes Robson e Neílton, ex-Coritiba.

Fato é que o Fortaleza precisa repensar muitas coisas. Os erros cometidos nesta temporada devem servir de lição para que a próxima seja de mais acertos. E a etapa inicial do planejamento é crucial para isso.






Por , em 2021-02-22 23:00:35


Fonte diariodonordeste.verdesmares.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: