Grupo de teatro apresenta radionovela inspirada em Antonieta NoronhaGrupo de teatro apresenta radionovela inspirada em Antonieta Noronha | Vida & Arte – O POVO – Jornal Notícias do Ceará

‘Antonieta’ é uma radionovela produzida pelo grupo de teatro Violetas (Foto: Divulgação)

Antonieta Noronha (1936 – 2015) saiu de Sobral para Fortaleza com um objetivo: tornar-se cantora de rádio. Quando chegou à Capital, participou de alguns programas e de coral. Mas sua principal contribuição para as artes foi no teatro. Integrou grupos de destaque no Estado, como “Teatro Novo” e “Comédia Cearense”, além de ter ganhado dezenas de prêmios. A importância que teve na linguagem artística foi tão grande que é considerada a “dama do teatro cearense”. Sua história começou com o sonho de ser uma das vozes dos programas radiofônicos e terminou nos palcos. Em referência à sua primeira ambição, o grupo Teatro Violetas apresenta a radionovela “Antonieta” de terça-feira, 23, a sexta-feira, 26.

O conteúdo será exibido na Rádio Universitária (FM 107,9), sempre a partir das 18h30min, e terá aproximadamente 12 minutos por episódio. A partir de uma livre inspiração na trajetória de vida da atriz, o programa revela aventuras e descobertas, ao mesmo tempo que discute sobre a figura da mulher no meio artístico do Ceará durante o século XX.

Leia também | Quem vê teatro em Fortaleza? Pesquisa indica o público dos teatros na Capital

Em três meses de pesquisa e produção, as integrantes do grupo buscaram documentos e matérias de jornais para fundamentar a obra. Além disso, também entrevistaram Silvia Moura e Ricardo Guilherme, que eram próximos de Antonieta Noronha. “O projeto foi feito para homenageá-la. Ela foi uma grande artista cearense e tem uma história de vida de resistência. Foi uma mulher de muita força. A gente vai mostrar essa força desde sua adolescência até o final de sua vida”, explica a atriz Débora Ingrid.

Ela é uma das integrantes do elenco, ao lado de Bárbara Sena, Juliana Tavares e Rafael Martins. “Convidamos o dramaturgo Rafael Martins, do grupo Bagaceira, para participar. Ele já foi ator de radionovela e conheceu Antonieta. Por isso, também escreveu a obra”, indica Débora.

Leia também | Com Edmilson Filho e Falcão no elenco, comédia “Cabras da Peste” estreia na Netflix em março

A ideia do trabalho, dirigido por Renata Lemes, surgiu há quase dois anos. As atrizes estavam em busca de artistas mulheres da América Latina para fundamentar a peça teatral “Fragmentos para Ressurgir”. Foi assim que se aprofundaram na história de Antonieta Noronha. “Dentro dos ensaios, descobrimos que ela queria ser cantora de rádio. Em uma das partes, criei uma cena imaginando como seria ela cantando para o rádio. Decidimos, então, entrar um pouco neste universo”, comenta Débora Ingrid.

O projeto “Antonieta” é apoiado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), por meio da Lei Aldir Blanc. A radionovela, que vai ao ar amanhã, 23, também poderá ser escutada pelo site da Radio Universitária.

Leia também | Seminário virtual troca experiências sobre o encontro entre arte e autismos

Antonieta

Quando: de terça-feira, 23, a sexta-feira, 26, partir das 18h30min
Onde: na Rádio Universitária (FM 107,9)
Mais informações: no perfil do Instagram @teatrovioletas



Por , em 2021-02-22 18:46:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: