Em 70 dias, Fortaleza tem 110 eventos encerrados e 133 estabelecimentos interditados | Coronavírus em Fortaleza, Ceará e Mundo – Jornal Notícias do Ceará

FORTALEZA, CE, BRASIL, 05.02.2021: Fiscalização da AGEFIS no centro de Fortaleza. Verificando as medidas do novo decreto. (Foto: Thais Mesquita/OPOVO) (Foto: Thais Mesquita)

De janeiro até a última quarta-feira, 10, 110 eventos foram encerrados por gerar aglomerações em Fortaleza. Nesse período, 133 estabelecimentos comerciais que não cumpriam as medidas sanitárias contra a Covid-19 foram interditados. O balanço foi divulgado pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) em transmissão ao vivo na manhã desta sexta-feira, 12.  

O órgão realizou 1.132 fiscalizações e emitiu 316 documentos fiscais, entre notificações e autos de infração, nesses 70 dias. “A Agefis só faz essa interdição quando realmente são verificados casos muito graves que vão em desacordo com os decretos estaduais e municipais. Falta de álcool em gel e principalmente falta de distanciamento e de uso da máscara, que são imprescindíveis”, enfatiza Laura Jucá, superintendente da pasta.

LEIA MAIS | Pessoas que insistirem em ficar na rua devem ser conduzidas à delegacia

LEIA MAIS | Veja o que pode funcionar durante o lockdown

Veja os números das ações de fiscalização (de janeiro até 10 de março):

  • 1.132 fiscalizações
  • 316 documentos fiscais emitidos, entre notificações e autos de infração
  • 133 estabelecimentos comerciais interditados
  • 110 eventos e atividades encerrados

“Faço um apelo para que as pessoas tomem para si essa responsabilidade de cumprir os decretos no seu cotidiano. É muito importante a ajuda, conscientização e responsabilização das pessoas nesse momento crucial em que o sistema de saúde encontra-se na sua capacidade máxima”, afirma Jucá. “Agentes de fiscalização e Guarda Municipal estão nos 121 bairros de Fortaleza, dia e noite, mas é humanamente impossível fazer esse trabalho se as pessoas não se conscientizarem e não tiverem responsabilidade.”

Até o dia 21 de março, podem funcionar somente os estabelecimentos e atividades considerados essenciais. Restaurantes podem funcionar somente por delivery. Todos os eventos e festas estão proibidos. Também estão proibidos os cultos religiosos e a abertura de academias, além de não serem permitidos os exercícios em espaço público.

Mais agentes para fiscalização

 

Segundo o coronel Eduardo Holanda, titular da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã, o número de operações de fiscalização e de agentes públicos será aumentado a partir desta sexta-feira. “A gente sabe que não está fácil, mas a gente tem que escolher entre a vida e qualquer outro bem. E a gente entende que nada é mais importante que a vida”, afirma. “Nós não podemos estar em cada esquina, em cada rua. Então você, cidadão, tem que ter responsabilidade.”

LEIA TAMBÉM | Sarto anuncia pacote com auxílio de R$ 100 para 9,2 mil trabalhadores; confira ações

Denúncias de aglomeração, uso indevido de espaço público e descumprimento do lockdown podem ser feitas por meio do telefone 156. Também estão disponíveis o aplicativo Fiscaliza Fortaleza e o site denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br.

Por , em 2021-03-12 10:44:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: