Em meio a sondagens, Felipe se recupera e pode estrear pelo Fortaleza na temporada | Fortaleza Esporte Clube | Time – Notícias – Jornal Notícias do Ceará

Volante Felipe em treino do Fortaleza Esporte Clube no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú (Foto: Leonardo Moreira/Fortaleza EC)

Ausente dos três primeiros jogos do Fortaleza na temporada 2021, o volante Felipe se recuperou de uma tendinite, voltou a trabalhar com o restante do grupo e pode enfim estrear nas competições do novo calendário. Enquanto se recuperava da lesão, o camisa 15 foi alvo de sondagem do futebol asiático, mas não recebeu proposta oficial, apurou o Esportes O POVO.

A última partida do meio-campista de 26 anos pelo Tricolor foi no dia 20 de fevereiro, na goleada por 4 a 0 para o Bahia, pela Série A. O jogador foi expulso e cumpriu suspensão automática na última rodada da competição nacional, no revés por 2 a 0 para o Fluminense-RJ, no Maracanã. O clube virou a página do calendário, e o problema de Felipe passou a ser de ordem clínica.

Com uma tendinite no tornozelo esquerdo, o volante foi desfalque nas vitórias sobre CRB-AL e Sampaio Corrêa-MA, pela Copa do Nordeste, e Atlético-CE, pelo Campeonato Cearense. Após período de transição, concluiu o processo de recuperação e voltou a treinar normalmente na tarde da última quinta-feira, 11, no CT Ribamar Bezerra. Desta forma, fica livre para retornar aos gramados diante do Treze-PB, no próximo sábado, 13, às 18h15min, no Castelão, pelo Nordestão.

LEIA MAIS

+ Suspenso, Enderson Moreira desfalca Fortaleza contra o Treze-PB
+ “Sonho antigo” do Fortaleza, Éderson comemora estreia com vitória e busca espaço no elenco
+ Yago Pikachu acerta saída do Vasco e vai assinar com o Fortaleza
+ Fortaleza tem negociação encaminhada com o meia-atacante Isaque, do Grêmio

Diante da ausência de Felipe, o técnico Enderson Moreira usou o remanescente Juninho, deu chance a Pablo, oriundo do time de aspirantes, e promoveu as estreias dos recém-contratados Matheus Jussa e Éderson – Gustavo Blanco, emprestado pelo Atlético-MG, também reforçará o Leão – nos três duelos.

“A gente está utilizando todo mundo e é importante ter jogadores de boa qualidade técnica, de boa capacidade física. Isso é importante para o Fortaleza, acima de tudo”, explicou o comandante, em entrevista coletiva após o triunfo sobre a Águia.

No Pici desde 2015, o camisa 15 ganhou espaço na equipe a partir de 2016 – inicialmente como lateral-direito -, conseguiu se firmar e viveu os melhores momentos sob o comando de Rogério Ceni. O rendimento despertou a atenção do mercado da bola, que procurou o estafe do meio-campista para monitorar a situação. O Esportes O POVO apurou que o Internacional-RS fez uma consulta no início do ano e, nas últimas semanas, um intermediário de um clube japonês sondou. Nos dois casos, porém, os contatos não avançaram.

Por , em 2021-03-12 08:00:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: