Ceará tem mais de 91% dos municípios com alerta altíssimo para Covid-19 – Metro – Jornal Notícias do Ceará

O risco de transmissão da Covid-19 nas cidades cearenses continua a se agravar, dia após dia. Nesta segunda-feira (15), 169 das 184 cidades do Estado estavam classificadas no nível de alerta ‘altíssimo’ para transmissão da doença. 

O número corresponde a 91,8% do total de municípios no Nível 4 – em alerta ‘altíssimo’, conforme a plataforma IntegraSUS, atualizada pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) às 16h39 de hoje. Os dados dizem respeito às semanas epidemiológicas 9 e 10, referentes aos dias 28 de fevereiro a 13 de março. 

No último dia 9, há menos de uma semana, eram 135 as cidades com essa classificação, 34 a menos, o que representa 73,4% de todos os municípios. 

Quase todas as cidades com alerta ‘alto’ ou ‘altíssimo’

Somando as 169 cidades em nível de alerta ‘altíssimo’ às 13 cidades em nível ‘alto’, o cenário é ainda mais crítico, com 182 dos 184 municípios, ou 98,9%, nos dois níveis máximos de alerta. Apenas duas cidades, São João do Jaguaribe e Ererê, estão atualmente classificadas com risco “moderado”. 

No dia 9, São João do Jaguaribe figurava como o município com nível ‘novo normal’, logo, de risco baixo para a transmissão da doença. Porém, nenhum município cearense conseguiu, hoje, garantir tal classificação. Na ocasião, Pereiro se mantinha em estágio ‘moderado’ e agora alcança o estágio ‘altíssimo’ de transmissão.

Entre os dias 14 a 27 de fevereiro, cinco municípios ainda recebiam a classificação ‘moderado’, 78 o nível ‘alto’ e 101 o ‘altíssimo’. 

Municípios com Risco Moderado – Nível 2:

  • Ererê
  • São João do Jaguaribe

Municípios com Risco Alto – Nível 3:

  • Abaiara
  • Acarape
  • Aracoiaba
  • Capistrano
  • Caririaçu
  • Granjeiro
  • Itatira
  • Jaguaribe
  • Orós
  • Potengi
  • Solonópole
  • Tururu
  • Umari

Entenda as classificações

A metodologia que define os quatro diferentes níveis de alerta considera critérios como percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19, taxa de letalidade pela doença e percentual de leitos UTI-Covid ocupados.

Para o município ser classificado no nível “moderado”, por exemplo, ele tem que ter todos os indicadores enquadrados nessa faixa. Quando um deles ultrapassa, o município avança no nível de risco de transmissão. 

  • NOVO NORMAL – taxa de ocupação dos leitos menor que 70%; taxa de letalidade menor que 1; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 menor que 25%.

  • MODERADO – taxa de ocupação dos leitos entre 70% e 80%; taxa de letalidade entre 1 e 2; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 25% e 49,9%.

  • ALTO – taxa de ocupação dos leitos entre 80,1% e 95%; taxa de letalidade entre 2 e 3; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 entre 50% e 75%.

  • ALTÍSSIMO – taxa de ocupação dos leitos maior que 95%; taxa de letalidade maior que 3; percentual de positividade de testes para diagnóstico de Covid-19 maior que 75%.

Cenário da Covid no Ceará

O Ceará contabilizou, até às 16h39 desta segunda, 474.978 casos confirmados de Covid-19, com 12.355 óbitos pela doença. Há ainda, 61.706 casos em investigação e 337.469 casos recuperados. Os dados são da plataforma IntegraSUS, atualizada diariamente pela  Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa). A taxa de letalidade no Estado é de 2,6%.

Fortaleza, por sua vez, concentra 139.365 casos confirmados e 5.298 mortes em decorrência da doença. Ao todo, são 66.238 casos recuperados e 26.604 em investigação. A taxa de letalidade na capital é de 3,8%, superior a do Estado.

 

 

 



Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza





Por , em 2021-03-15 21:46:00


Fonte diariodonordeste.verdesmares.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: