Filho de comerciante morto com tiro no pescoço não teria sido vítima de latrocínio, diz delegado – Jornal Notícias do Ceará

O jovem Vitor Barbosa Lins, 24 anos, morto com um tiro na manhã desse domingo (14), em Matriz de Camaragibe, não teria sido vítima de latrocínio. A sobrevivente do ataque, a namorada de Vitor, confirmou à polícia que o atirador não anunciou assalto, nem levou os pertences deles. O suspeito ainda segue foragido.

Vitor foi assassinado com um tiro no pescoço quando se deslocava, de motocicleta com a namorada, para uma fazenda. O jovem era filho do comerciante Val Macário, bastante conhecido na região.

O delegado Edberg Sobral contou à reportagem do TNH1 que a companheira de Vitor, que estava na garupa do veículo, disse que um homem atirou na direção dos dois sem abordá-los na pista. “Ela disse que o atirador caminhava, estava a pé, em direção a um posto, numa estrada rural. Com a arma em punho, ele mirou na vítima e atirou. Ela disse que viu o rosto dele, mas não o conhece”, disse.

Sobral também declarou que, até o momento, não há informações sobre possíveis inimizades de Vitor. “Pelo que vimos com pessoas próximas, a vítima não tinha inimizades, nem envolvimento com ilícitos”.

O delegado afirmou que imagens de câmeras de monitoramento instaladas nas proximidades do local do disparo serão observadas, no intuito de identificar o suspeito. O retrato falado do homem deve ser feito em breve.

Por , em 2021-03-15 09:16:56


Fonte www.tnh1.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: