HGWA inaugura expansão com 37 novos leitos de enfermaria para o enfrentamento da Covid-19 – Jornal Notícias do Ceará


O Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), do Governo do Estado do Ceará, inaugurou na última quinta-feira, 10 de março, uma expansão de sua unidade com 37 novos leitos de enfermaria que serão utilizados para tratamento exclusivo de pacientes infectados com a Covid-19. A inauguração contou com a presença do governador do Ceará, Camilo Santana, do secretário da Saúde, Dr. Cabeto, o diretor presidente do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), Flávio Deulefeu e do diretor-geral do HGWA Denys Briand.

Os novos leitos estão instalados no 1º andar e são permanentes, isto é, após a pandemia, serão incorporados aos leitos já existentes no hospital. A entrega é resultado de grande esforço e trabalho em equipe. “Não poupamos esforços para entregar e disponibilizar esse novo espaço antes do prazo. Como hospital de média a alta complexidade, mais uma vez o HGWA entra como um forte apoio à rede de saúde no atendimento e cuidado dos pacientes infectados”, afirmou Briand.

Em sua fala, o Dr. Flávio Deulefeu agradeceu o empenho de todos os profissionais do HGWA. “Quero agradecer o esforço de todos nessa entrega. Conseguimos superar o tempo trazendo esse benefício à população. Os novos leitos são fundamentais para enfrentarmos esta pandemia”, pontua.

Com a entrega da expansão, o HGWA passa a ter 173 leitos clínicos tratando exclusivamente pacientes Covid. Além de enfermarias, o hospital também conta hoje com 26 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) Covid-19 adulto.

Ceará

Com essas novas unidades, a rede de saúde do Governo do Ceará já ultrapassou o total de 3.600 leitos para atendimento exclusivo de pacientes com a doença, entre UTIs e enfermarias, comentou o governador Camilo Santana durante transmissão ao vivo pelas redes sociais. “Agora funcionam mais 37 leitos, numa ala toda reformada no Waldemar Alcântara, que estamos ampliando de forma geral. Estamos fazendo um trabalho gigantesco, e continuaremos no que for necessário e possível para que a população cearense seja atendida com dignidade. Mas a velocidade de transmissão do vírus hoje tem sido maior que nossa capacidade de abrir novos leitos, e tudo tem um limite, inclusive de profissionais para as UTIs”, ressaltou Camilo



Por , em 2021-03-15 00:22:30


Fonte www.isgh.org.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: