Camilo Santana vai anunciar novas medidas sociais de apoio à população cearense | Coronavírus em Fortaleza, Ceará e Mundo – Jornal Notícias do Ceará

O governador Camilo Santana afirmou que novas medidas contra Covid-19 devem ser anunciadas (Foto: Carlos Gibaja/Gov. do Ceará)

Corrigida às 14h08min

O governador Camilo Santana (PT) afirmou, nesta terça-feira, 16, que anunciará nos próximos dias novas medidas sociais de apoio diante do isolamento social rígido imposto para conter a pandemia de Covid-19 no Ceará. “Nós estamos fazendo um esforço, vamos anunciar novas medidas. Sei que são medidas duras que afetam a economia do Estado, afeta a vida das pessoas”, explicou. A fala, dita durante live em uma rede social, foi inicialmente interpretada como medidas de restrição. O Governo do Estado, entretanto, esclareceu que se tratava de medidas para auxiliar as perdas econômicas do período. 

O governador ponderou que as ações que restringem a circulação de pessoas são necessárias e estão sendo acompanhadas de estratégias para minimizar os impactos. “O Estado também tem feito um esforço de fazer medidas importantes que possam socorrer e apoiar as famílias mais vulneráveis do Ceará”, ressaltou. Até o dia 21 de março, todo o Estado segue em isolamento social rígido, o lockdown, com o funcionamento apenas de serviços considerados essenciais. 

O Ceará chegou a 478.046 casos confirmados de Covid-19 e 12.394 óbitos em decorrência da doença nesta terça-feira, 16 de março (16/03). Foram contabilizados 5.040 casos e 80 mortes por Covid-19 a mais desde o primeiro boletim de segunda-feira. Os dados foram atualizados às 8h45min de hoje pela plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). Uma morte confirmada ocorreu nas últimas 24 horas.

LEIA MAIS: Todos os hospitais particulares de Fortaleza estão em colapso, diz secretário da Saúde

Leitos no HGF

 

Em live pelas redes sociais nesta manhã, 16, Camilo acompanhou as obras da montagem das unidades de campanha do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). Serão três tendas anexas, com capacidade para 103 leitos no total. Os leitos estão sendo disponibilizados para atender pacientes com enfermidades que não são de Covid, para abrir esse mesmo espaço dentro do Hospital para os pacientes com coronavírus. Trinta e cinco leitos serão entregues já na tarde desta terça-feira.

LEIA MAIS:AL-CE recebe mensagem que autoriza Estado a comprar doses da Sputnik V

O governador explicou também que é preciso uma colaboração coletiva para o respeito ao novo decreto. “Sei que é duro fazer o isolamento social. É duro ter que, muitas vezes, fazer restrições na economia, mas o que vem em primeiro lugar é a vida das pessoas. Dificilmente existe um cearense que não conhece, que não tem um parente, um amigo, um familiar ou um conhecido que não tenha morrido com o Covid aqui no Estado”, ressaltou. 

LEIA MAIS: Fortaleza tem 13 hospitais com UTIs lotadas, a maior marca já registrada neste ano

O Estado atua, nessa segunda onda, com mais leitos disponíveis de atendimento do que na primeira onda do ano passado. Segundo Camilo Santana, há filas em hospitais privados e públicos para leitos de internação. “E olha que há pessoas hoje esperando a fila para um leito. Todo dia o Estado abre leitos, mas as pessoas estão esperando não só no público, mas também nos privados. Pode ter relatos de vários hospitais privados, também no Ceará, enfrentando essa dificuldade”, explicou. 

Hospitais privados

 

Todos os hospitais particulares de Fortaleza estão em estado crítico de colapso diante do aumento de internações e casos de Covid-19, segundo o secretário de saúde do Estado, Dr. Cabeto, que também esteve na live. Segundo o titular da Sesa, tem havido solicitações diárias para ajuda por parte das unidades privadas.

LEIA MAIS: “Já está passando do limite”, diz presidente da Unimed sobre capacidade de expansão de leitos

“Todo o estado brasileiro está em uma situação muito difícil. Nós vimos hoje hospitais privados, todos hospitais privados de Fortaleza estão em colapso, 100% deles. Diariamente, eu tenho solicitações para ajudar, para colaborar”, afirmou.

Por , em 2021-03-16 12:06:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: