Os testes de Enderson no Fortaleza: a busca pelo encaixe ideal no ataque e na volância | Fortaleza Esporte Clube | Time – Notícias – Jornal Notícias do Ceará

Enderson Moreira tem feito vários testes no ataque e na volância (Foto: FABIO LIMA)

O técnico Enderson Moreira tem apostado no rodízio neste começo de temporada na busca pelo time titular ideal. As principais dúvidas são do meio de campo para frente. O comandante tricolor ainda busca o encaixe perfeito para a dupla de volantes e o quarteto ofensivo no esquema 4-2-3-1.

+ Wellington Paulista reconhece não ter dificuldade de entrosamento com reforços do Fortaleza

Até o momento, o Leão entrou em campo quatro vezes: venceu o CRB e o Sampaio Corrêa e empatou com o Treze na Copa do Nordeste e bateu o Atlético-CE no Campeonato Cearense. Nestas partidas, o treinador utilizou quatro duplas de volantes e quartetos ofensivos diferentes na equipe titular.

Volantes
Destaque do Tricolor na temporada passada, Juninho foi titular em dois confrontos. Ele formou a dupla de volantes na equipe titular com Pablo, cria das categorias de base, e com Éderson, reforço vindo do Corinthians.

+ Com o jogador já no Pici, Fortaleza anuncia volante Gustavo Blanco

O jovem Pablo também atuou como titular ao lado de Matheus Jussa, reforço vindo do Internacional. O novo contratado, por sua vez, saiu jogando em outra oportunidade com Éderson.

Dois remanescentes ainda não ganharam oportunidades com Enderson Moreira na temporada de 2021. Felipe, titular no ano passado, se recuperou de lesão no tornozelo esquerdo e voltou a treinar com o grupo no último dia 11. Já Ronald foi relacionado para as últimas três partidas, mas não entrou em campo.

Dos volantes utilizados, o único que contribuiu com assistência até agora foi Juninho.

Ataque
Enderson usou quatro formações diferentes para escalar o quarteto ofensivo titular. Lucas Crispim, que deixou o Guarani para assinar com o Fortaleza, e Wellington Paulista foram os jogadores mais usados no quadrado do ataque. Eles começaram jogando três jogos.

Na estreia na Copa do Nordeste contra o CRB, o treinador usou o seguinte quarteto: Romarinho, Lucas Crispim, David e Wellington Paulista. Na sequência, o Tricolor encarou o Sampaio Corrêa e entrou em campo com Osvaldo, Luiz Henrique, Igor Torres e WP.

Já para a estreia no Campeonato Cearense diante do Atlético-CE o quarteto ofensivo foi formado por Igor Torres, Lucas Crispim, Robson (reforço vindo do Coritiba) e David.

Na última partida contra o Treze, o ataque que entrou em campo teve Romarinho, Lucas Crispim, Osvaldo e Wellington Paulista.

Dos jogadores do setor ofensivo utilizados até agora, Wellington Paulista e David marcaram um gol cada, enquanto Robson fez dois. O camisa 17 do Tricolor ainda tem duas assistências.

O meia armador Luiz Henrique contribuiu com uma assistência. Opção no banco de reservas que foi usado no segundo tempo, Gustavo Coutinho deu um passe para gol.

Defesa
No gol, Felipe Alves segue sendo o titular absoluto da posição. Enderson Moreira usou Marcelo Boeck na partida contra o Sampaio Corrêa para poupar o dono da posição.

O quarteto defensivo titular começa a ganhar forma com Enderson. Foram utilizadas três formações. O lateral-direito Tinga e a dupla de zaga com Quintero e Wanderson têm a preferência do treinador. Na lateral-esquerda, Carlinhos e Bruno Melo têm alternado.

Por , em 2021-03-16 12:13:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: