‘Todos os hospitais privados de Fortaleza estão em colapso’, diz secretário da Saúde | Ceará – Jornal Notícias do Ceará

O secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, afirmou nesta terça-feira (16) que todos os hospitais da rede privada de Fortaleza estão em colapso, com 100% dos leitos de enfermaria e UTI ocupados. O estado enfrenta o auge do segundo pico da pandemia, com recorde em números de óbitos por três meses seguidos.

  • Ceará receberá novo lote com 180 mil vacinas contra a Covid-19, anuncia Camilo Santana
  • Vacinas contra Covid-19 são furtadas em posto de saúde no Ceará; polícia investiga o caso

“Todo o estado brasileiro está em situação muito difícil. Todos os hospitais privados de Fortaleza estão em colapso, 100% deles. Diariamente eu tenho solicitações para ajudar, para colaborar, e essa integração do Ceará como um todo é agora mais importante”, disse.

“Mais importante agora é olhar para as questões técnicas e humanas, fazer as duas coisas de maneira muito harmônica e bem colocadas para que a gente tenha um bom resultado”, completou o secretário, em transmissão em rede social ao lado do governador Camilo Santana.

O Ceará deve receber nesta semana o 9º lote de vacinas contra a Covid-19. A nova carga contém 180 mil doses. O novo lote de vacinas contra a doença foi anunciado pelo governador Camilo Santana, na manhã desta tera-feira (16), durante uma vistoria nas unidades de campanha do Hospital Geral de Fortaleza.

“Estamos lutando muito pelas vacinas. Aliás vamos receber um lote de 180 mil vacinas agora provavelmente amanhã no Ceará. Vamos dar continuidade, mas tem sido muito pequena a quantidade diante da necessidade, afirmou.

Durante o anúncio, Camilo Santana, afirmou que deverá anunciar novas medidas duras contra o avanço da Covid-19 no estado.

“Vamos anunciar nesta semana novas medidas. Sei que são medidas duras que afetam a economia do estado, afeta a vida das pessoas, mas o estado tem faz um esforço de fazer medidas importantes que possam socorrer e que apoiar as famílias mais vulneráveis do estado do Ceará. Em breve vamos anunciar novas medias”, reforçou.

Aumento das mortes e isolamento social

A média diária de mortes por Covid-19 no Ceará subiu 28% na primeira quinzena de março em comparação com o que foi observado no mês de fevereiro.

Nos primeiros 14 dias deste mês, foram contabilizados, em média, 41 mortes pela doença no estado a cada 24 horas; no mês anterior, a média foi de 24 falecimentos a cada dia.

Um decreto em vigor em todo o estado determina que apenas atividades consideradas essenciais podem manter as atividades. As medidas valem até domingo, 21 de março.

Assista às notícias do Ceará no G1 Ceará:

Por , em 2021-03-16 13:05:27


Fonte g1.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: