Associações de artesãos rurais do Ceará podem concorrer a investimentos do projeto São José de 2021 | Economia O POVO – Jornal Notícias do Ceará

Artesãos do interior do Ceará poderão se candidatar para recebimento de investimento com foco no desenvolvimento regional por meio do programa São José com inscrições até o dia 29 (Foto: JÚLIO CAESAR)

Com intuito de fortalecer o desenvolvimento regional, a quarta edição do Projeto São José, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrícola do Ceará (SDA), abre espaço para inscrições de associações e cooperativas de artesãos no pleito por investimentos. As inscrições para a seletiva estão abertas até o dia 29 de março e podem ser feitas de forma gratuita por meio de preenchimento de formulário eletrônico no site da secretaria.

Projeto prevê aplicação de R$ 750 milhões no impulsionamento de atividades agrícolas e não-agrícolas no interior do Estado com foco no desenvolvimento sustentável. A seleção é regida por dois editais que assumem como foco o fortalecimento das organizações selecionadas no mercado no qual se inserem a inclusão social e produtiva de agentes e associações cearenses no ecossistema produtivo e econômico local.

 

Estão aptos a se inscreverem associações ou cooperativas com no mínimo 2 anos de funcionamento que estejam operando atualmente no Ceará. Dentre os pontos a serem considerados estão o impacto social gerado pelas atividades desenvolvidas pelas entidades, especialmente com relação a articulação de jovens, mulheres, quilombolas, indígenas e comunidades tradicionais. Os editais ainda exigem outros itens: como termos de compromisso socioambientais e de compromisso com a erradicação do trabalho infantil.

A ideia é fornecer a tal grupo “chances efetivas de superar vulnerabilidades históricas a partir do ponto de vista econômico. Este é o olhar exigido no cenário econômico atual”, conforme detalha De Assis, secretário de Desenvolvimento Agrário do Ceará e um dos articuladores do projeto.

As organizações precisam ter ao menos 20 membros para se candidatar ao projeto. Os investimentos serão aplicados em 290 organizações, não havendo uma reserva de segmentos específicos das entidades agrícolas e não-agrícolas. Como forma de incentivo nas candidaturas de entidades no processo seletivo, a SDA tem promovido encontros virtuais com associações comunitárias, secretários municipais, sindicatos rurais e lideranças locais para divulgação do projeto.

O último, com a presença da primeira-dama Onélia Leite, reuniu 93 representantes dos artesãos e artesãs de todo Estado. Com base na conversa com integrantes do segmento, pode-se identificar melhor o público que o compõem e suas respectivas demandas. “Eu noto uma empolgação muito grande, uma ansiedade deles de integrar o projeto e essas reuniões são muito importantes para dar apoio para que eles consigam se candidatar, até porque cada comunidade tem suas próprias características, suas necessidades e anseios”, detalhou.  

Sendo um setor já buscado pelo programa ainda na fase de elaboração, a pandemia de Covid-19 fez com que a preocupação da SAD com o segmento, composto essencialmente por mulheres, se identificasse. “Empoderar estas mulheres passa por gerar condições para que aconteça essa emancipação econômica, porque certamente ela não espera que caia do céu, ou venha sem o esforço do Estado”, frisou De Assis.

Atenção com o cadastro

Ele pondera ainda ser necessário atenção no cadastro das associações e cooperativas, pois as justificativas para que a organização seja beneficiada pelo programa deverão ser condizentes com os requisitos do edital de seleção. “Artesãos e artesãs que vêm das áreas rurais concorrerão com outras atividades produtivas e serão exigidos de igual forma”, completa.

Para a primeira-dama, uma das principais articuladoras com os artesãos, o projeto representa uma parceria importante para o desenvolvimento no interior do Estado. Para além do aspecto do desenvolvimento econômico, a integração dos artesão no Projeto São José atua como uma forma de “dar suporte a essas famílias que são artesãos, que deixam um legado para nós, de cultura, da nossa história viva. Precisamos cada vez mais fomentar, valorizar esse trabalho dando suporte técnico, financeiro, com compra de ferramentas, de maquinário e também informações, preservando o patrimônio e simbolismo que esses artesãos e seus trabalhos representam para nosso Estado”, defende. 

Inscrições

A inscrição é gratuita, sendo feita por meio de Manifestação de Interesse por parte das entidades na candidatura do projeto. Um formulário solicitando dados sobre atuação, composição, histórico de atividades e funcionamento da organização deverá ser preenchido pelo gestor desta. Cada característica preenchida renderá uma determinada pontuação para entidade. O percentual de mulheres dentre os integrantes destas é um dos exemplos de requisitos que rendem maiores pontuações.

Após selecionadas, haverá a elaboração de um diagnóstico estrutural individualizado de cada entidade, então um plano de negócios será montado. Antes de aplicar o investimento é preciso “conhecer a fundo cada empreendimento, suas potencialidades, fragilidades e, até mesmo, eventuais desafios e concorrentes”, explica o secretário. Com o diagnóstico em mãos, inicia-se a aplicação de investimentos para potencializar a produção, competitividade de mercado, elevar vendas e demais incentivos necessários para que “atividades produtivas, como o artesanato, alcancem voos mais longos”, finaliza De Assis.

Serviço

Inscrição para seleção de organizações para investimento por meio da quarta edição do Programa de Desenvolvimento Rural do Ceará

Quando: Até o dia 29 de março
Onde: No site da Secretaria de Desenvolvimento Agrário
Como: Por meio do preenchimento de formulário para manifestação de interesse em participar do processo seletivo
Quem pode concorrer: Entidades com mais de 2 anos de atuação em atividades agrícolas e não agrícolas no interior do Ceará, com mais de 20 integrantes
Como tirar dúvidas: Por meio do WhatsApp (85) 99119 4148
Como consultar os critérios de seleção:  Por meio dos editais 01/2021 e 02/2021, disponíveis no site da SAD, aqui.

Por , em 2021-03-18 00:33:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: