Em alta, Guto Ferreira completa um ano no Ceará; veja raio-x | ceará – Jornal Notícias do Ceará

O primeiro clube da Série A do Brasileirão a mudar o comando em 2020 foi o Ceará. Em 18 de março, Enderson Moreira deixou o time para assumir o Cruzeiro, e para a vaga, Guto Ferreira foi o escolhido. Exatamente um ano depois, nesta quinta-feira (18) o treinador de 54 anos completa um ano como comandante do Vovô, em um trabalho que começou desafiador, mas rendeu frutos inéditos. Para marcar a data, o ge reuniu dados e estatísticas do técnico.

Guto Ferreira assumiu o Alvinegro cearense com um desafio sem precedentes na história do futebol: a paralisação das competições em virtude da pandemia de Covid-19. Durante mais de dois meses, o contato do comandante com o elenco, que até aquele momento ainda estava realizando ajustes para a temporada 2020, foi apenas virtual.

Com o controle da pandemia no Estado, as atividades do futebol voltaram, inicialmente com treinos. Em 1º de junho, Guto Ferreira comandou os primeiros treinamentos como técnico do Vovô, conhecendo presencialmente o elenco. Desde então, o treinador foi aos poucos ganhando a confiança dos jogadores, da torcida e da diretoria, se tornando um dos principais nomes.

Guto Ferreira, técnico do Ceará — Foto: Thiago Gadelha/SVM

Ao todo, Guto tem 59 jogos à frente do Ceará, com destaque absoluto em relação à Série A do Brasileirão. Além da campanha histórica em 2020, o técnico se tornou o primeiro treinador do Alvinegro a disputar todos os jogos da competição em um ano, na era de pontos corridos. Esses elementos também asseguraram um trabalho longevo ao comandante após passagem por diversos clubes do país.

– No aspecto pessoal é uma valorização do meu trabalho. Na questão de trabalho é uma oportunidade de você fazer um bom e buscar fazer melhor. Você vem com uma avaliação qualificada do que foi a temporada e a tentativa de fazer melhor

— Guto Ferreira, em entrevista ao programa Bem, Amigos!, do SporTV.

O casamento com a torcida deu certo e origem ao Gutinho, mascote de pelúcia do treinador. A interação ficou ainda mais forte com a popularização entre os torcedores alvinegros do termo “Gordiola”, como Guto Ferreira também é conhecido. O apelido, que poderia vir recheado de preconceito por causa da aparência física do treinador, foi incorporado como uma forma de carinho.

– A marca “Gordiola” sempre trouxe para mim trouxe muito mais carinho do que qualquer outra coisa, ajudou a quebrar certos preconceitos, quando comento algumas coisas, é para quebrar certos bullyings que outras pessoas possam vir a sentir e não estarem preparados para vir a sofrer esse preconceito, mas que eles sejam fortes e tiram de letra porque isso não vai fazê-los menor em nada. A gente sabe que isso pode dar algum problema de saúde, mas eu tento buscar as soluções para os meus problemas, cada um resolve os seus. É uma visão totalmente ultrapassada, fora de tempo – aponta.

Guto Ferreira, técnico, Ceará — Foto: Reprodução/Vozão TV

Os números de Guto Ferreira no Ceará:

  • Copa do Nordeste (2020 – bicampeão invicto)
  • Vice-campeão cearense (2020);
  • Quartas de final da Copa do Brasil (2020);
  • 11º lugar no Brasileirão (2020 – melhor campanha do time na história dos pontos corridos);
  • Classificação inédita à fase internacional da Sul-Americana.

Total de jogos: 59

O aproveitamento de Guto em um ano de Ceará é de 52%

Jogos como mandante: 28

Guto tem 53,6% de aproveitamento em jogos que comandou o time em casa

Jogos como visitante: 31

Guto tem 50,5% de aproveitamento de jogos em que comandou o time fora de casa

Jogos de mata-mata: 15

Guto tem aproveitamento de 71,1% em jogos eliminatório

Gols marcados x gols sofridos

Os maiores goleadores

Quem mais marcou no Ceará sob o comando de Guto

Por , em 2021-03-18 06:00:37


Fonte globoesporte.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: