Micro e pequenas empresas respondem por 98% dos empregos gerados no Ceará em 2021 | Economia O POVO – Jornal Notícias do Ceará

MPEs do setor de serviços foram as que mais geraram emprego formal no ano (Foto: Fabio Lima)

Marcado por lockdown e alto índice de contaminação por Covid-19, março representou o primeiro mês de redução na geração de postos formais de emprego pelo Ceará após oito resultados positivos. Mas as médias e pequenas empresas (MPEs) continuaram mostrando saldo no Estado ao gerarem 740 postos no mês e serem responsáveis por 98% dos empregos criados com carteira assinada no Ceará em 2021.

Foram 17.068 postos formais gerados pelas MPEs entre janeiro e março deste ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) trabalhados pelo Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Ceará (Sebrae-CE). No mesmo período, o Estado gerou 17.363 postos de carteira assinada.

Enquanto isso, as médias e grandes empresas perderam 2.407 postos em março e acumulam apenas 54 no saldo do ano. Números abaixo dos observados na administração pública, que se mantém positiva com 93 postos em março e 207 entre janeiro e março.

Comparativo

No entanto, quando se observa a geração de empregos por esta categoria de empresas no País, atesta-se que o resultado do Ceará foi um dos mais baixos. A cada mil empregados, as MPEs do Estado geraram 1,46 postos formais.

Frente aos estados nordestinos, o desempenho cearense foi o mais baixo para março, quando o Rio Grande do Norte liderou (13,61 postos a cada mil empregados), seguido por Alagoas (10,21) e Maranhão (9,87).

Quando o comparativo é anual, o Ceará encontra-se em 6º neste ranking, ao gerar 33,78 empregos a cada mil empregados.

Ranking dos setores

Confira onde foram mais gerados empregos no ano pelas MPEs:

  1. Serviços: 6.828
  2. Indústria da Transformação: 4.450
  3. Comércio: 2.708
  4. Construção: 2.254
  5. Serviços Industriais de Utilidade Pública: 576
  6. Agropecuária: 193
  7. Extração mineral: 59

 

Em março, a ordem foi diferente, veja:

  1. Indústria da transformação: 392 postos
  2. Construção: 275
  3. Serviços Industriais de Utilidade Pública: 149
  4. Agropecuária: 148
  5. Serviços: 123
  6. Extrativa Mineral: -22
  7. Comércio: -325

Por , em 2021-05-04 18:30:00


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: