SENAI Ceará: experiência para formar profissionais do setor têxtil e vestuário | A Indústria em Foco – Jornal Notícias do Ceará

Texto: Camila Gadelha
Fotos: Marília Camelo

Os cursos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) levaram Maria Celiana de Sousa a se dedicar ao que gosta de fazer: modelagem. Em 1999, ela fez o primeiro curso no SENAI, mas não conseguiu terminar por conta de um problema de saúde. Trabalhando na área de corte em uma indústria cearense de vestuário, ela se aproximou dos profissionais de modelagem para observar de longe as atividades diárias da função.

Por incentivo de um líder, ela procurou o SENAI para se especializar em modelagem, área que seria sua profissão. Com o curso, ela conseguiu oportunidade como modelista na empresa onde estava. Passou dois anos na função. “O SENAI me deu essa oportunidade, me preparou, ajudou muito na minha profissionalização”, conta Celiana.

Alguns anos depois, veio a vontade e a necessidade de aprender mais. Celiana não pensou duas vezes e voltou para o SENAI Ceará, para o curso de Moulage em Moda Feminina – Tecido Plano. “Mais uma vez fiquei encantada com o SENAI. No curso, aprendemos todas as etapas do processo, desde modelar até costurar, deixando a peça pronta”, acrescenta.

O próximo passo foi o curso técnico em Modelagem, que ela terminou em novembro de 2018. Os cursos técnicos aprofundam o assunto estudado, dando ao estudante os conhecimentos teóricos e práticos. Ela fez questão de ver conteúdos que já sabia da prática e dos cursos anteriores, mas isso não foi problema. “No SENAI, me sinto em casa, me sinto bem. É um ambiente prazeroso. Os professores são maravilhosos e têm a vivência do que ensinam. No meio da aula, eles soltam uma dica muito valiosa, que vamos usar na indústria, no dia a dia. Cada dia tem muito aprendizado”, diz.

Junto aos colegas que também já trabalhavam, ela aprendeu novas formas de aplicar os conhecimentos. O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, ela analisa. Além da própria função, é preciso conhecer minimamente a função dos colegas que estão ao redor. O SENAI ensinou muito para a Celiana, e não foi só sobre modelagem “Não dá pra ser um profissional pequeno. É preciso estar aberto a aprender e a desempenhar funções variadas. Quando eu chegava no SENAI, estava exausta do trabalho, mas as forças se renovavam ao lado dos colegas, dos professores. Eu saía feliz da vida. O SENAI faz parte de quem está na área têxtil”

Referência na área têxtil e vestuário

A estrutura física das unidades proporciona experiência em situações reais da indústria — Foto: Marilia Camelo

O SENAI Ceará possui expertise em capacitação profissional nas áreas têxtil e vestuário, atuando em todo o estado por meio das unidades da Parangaba, em Fortaleza, em Juazeiro do Norte e em Sobral, além de contar com uma unidade móvel de vestuário, que proporciona flexibilidade de levar qualificação para toda a cadeia da moda por todo o território cearense.

O SENAI Parangaba atua no Mercado de Vestuário desde 1983, com excelência no atendimento a indústrias e estudantes na oferta de cursos técnicos, de qualificação e aperfeiçoamento. Em 2010, teve início o projeto para a construção da fábrica escola, denominada Centro de Tecnologia da Cadeia Têxtil (CTCT). Nessa época, o SENAI Ceará já atuava no mercado qualificando operadores polivalentes da indústria têxtil e técnicos têxteis em turmas in company.

Grande empresas, referências no setor, são clientes do SENAI Ceará, acreditam e confiam no trabalho desenvolvido por essa área da instituição. “Criar o Centro de Tecnologia da Cadeia Têxtil do SENAI Ceará possibilitou enquadrar a unidade nos padrões educacionais previstos na metodologia SENAI de Educação Profissional e atender as indústrias cearenses do setor têxtil com maior efetividade, proporcionando educação profissional de qualidade”, afirma a especialista técnica da área têxtil e vestuário do SENAI Ceará, Daniele Caldas.

A estrutura da fábrica escola da área têxtil conta com equipamentos de ponta, alinhados com as demandas relativas à inovação e tecnologia indispensáveis para a área. Unanimidade entre os alunos, os professores do SENAI Ceará possuem qualificação diferenciada, formados desde o nível técnico até o doutorado, todos com vasta experiência no mercado têxtil e de confecções, com atuação em empresas renomadas do setor.

Internos do sistema prisional são capacitados pelo SENAI e trabalham em indústrias dentro dos presídios — Foto: Marilia Camelo

O SENAI Ceará tem desenvolvido muitos projetos relevantes ligados ao setor do vestuário. Projetos como o Sou Capaz e Procap, em parceria com a Secretaria da Administração Penitenciária, qualifica costureiros e auxiliares de estamparia nas unidades prisionais do estado. O projeto Cidades qualifica participantes dos empreendimentos populares do Minha Casa Minha Vida em costura e modelagem de roupas. Com o intuito de qualificar pessoas para o primeiro emprego ou reinserção no mercado de trabalho, o projeto Emprega Mais capacita pessoas nas diversas profissões voltadas para as indústrias de confecções.

Competitividade para a cadeia da moda

SENAI é parceiro das empresas para elevar a competitividade da indústria da moda cearense — Foto: Marília Camelo

De acordo com o Observatório da Indústria da FIEC, o setor têxtil cearense emprega quase 12 mil pessoas e o de confecção gera mais de 42 mil vagas em todo o Ceará. Os dados são de empregos formais. Para contribuir para o crescimento do setor da moda cearense, o SENAI Ceará está participando do projeto 100% Ceará, uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), sindicatos associados à Federação e Câmara Setorial da Moda.

Visando o fortalecimento e a competitividade das empresas cearenses de moda, o projeto reúne diferentes iniciativas para a qualificação de pessoas do trade da moda das indústrias têxteis e de confecções no Ceará. As capacitações são focadas na melhoria de práticas produtivas, de baixo custo e de alto impacto com o intuito de obter ganhos expressivos de produtividade, competitividade e geração de receita nas indústrias.

Com embasamento nas Rotas Estratégicas elaboradas pelo Observatório da Indústria da FIEC, com visão prospectiva até 2040, foram definidas ações, a partir da participação do trade da moda. Entre essas ações estão a profissionalização da indústria da moda e incentivo e fomento à inovação e tecnologia para o setor de confecções, entre outras. O SENAI Ceará tem um papel primordial nesse projeto ao executar todas as ações de profissionalização da mão-de-obra, incluindo a realização de cursos e consultorias.

Em parceria com o Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil (CETIQT), referência em todo Brasil, o SENAI Ceará conta com ambientes modernos de ensino e prática na unidade da Parangaba. Também fruto da parceria, são oferecidas pós-graduações na área, como o MBI em Confecção 4.0, Tecnologia de Materiais para Têxteis Técnicos e Produção Industrial Inteligente.

Cursos em áreas diversas

O SENAI Ceará oferece programação diversificada de cursos para atender as diversas necessidades ligadas ao setor têxtil, de vestuário e moda, com o intuito de desenvolver os profissionais que atuam ou pretendem atuar na indústria e também empreendedores do setor.

Cursos como o Técnico em Têxtil, Técnico em Vestuário, Técnico em Modelagem são destaques. Em breve, será lançado o curso Técnico em Produção de Moda. Na área têxtil, o curso de Nanotecnologia Têxtil é o primeiro do país direcionado para essa área.

Na área de vestuário e moda, além dos cursos tradicionais de Costura, Modelagem, Corte e Mecânico de Máquinas de Costura, há uma variedade de cursos de aperfeiçoamento que trazem diferencial competitivo para profissionais e empresas como o de Cool Hunter – Caçadores de Tendências de Moda, Planejamento e Criação de Coleção de Moda, Visual Merchandising de Moda, Modelagem Básica e Avançada no Sistema Audaces, entre outros.

O novo curso Manutenção Básica de Máquinas de Costura Eletrônicas está previsto para começar em 3/11/21.

Clique AQUI e conheça os diversos cursos oferecidos pelo SENAI Ceará nas áreas têxtil, de vestuário e moda.

Por , em 2021-10-20 13:45:42


Fonte g1.globo.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: