Tiago Nunes reconhece insatisfação da torcida do Ceará e diz que campanha do Fortaleza “atrapalha” – Jornal Notícias do Ceará

Em entrevista coletiva depois do empate sem gols com o Juventude-RS, no último sábado, 23, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 28ª rodada da Série A, o técnico Tiago Nunes admitiu que o Ceará poderia ter apresentado melhor desempenho em campo, reconheceu a insatisfação da torcida com a fase atual e disse que a campanha do arquirrival Fortaleza “atrapalha”.

O resultado no confronto direto contra o Alviverde foi a 14ª igualdade do Alvinegro no Campeonato Brasileiro – mais da metade dos 27 jogos disputados. O comandante destacou a dificuldade do embate, apontou superioridade dos donos da casa e afirmou ter cautela para blindar o grupo de atletas das críticas.

“Poderíamos ter apresentado, sim, um futebol melhor. É importante referir uma vez mais: a ideia no primeiro tempo era ser uma equipe um pouquinho mais forte fisicamente para competir. Sabíamos que íamos enfrentar um adversário direto, entramos com toda a disposição mental e física para tentar fazer um bom jogo, só que existem momentos que o adversário é melhor que a gente. E aconteceu isso, o adversário nos superou. Se fosse tão simples, só somar um mais um igual a dois… Mas muitas vezes você conta com circunstâncias que referem ao ser humano, que tem variantes que não são controláveis. Eu tenho muito cuidado em proteger o nosso elenco, proteger o nosso trabalho, proteger o nosso grupo”, disse Nunes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na sequência da resposta, o treinador ponderou que o desempenho do Fortaleza em 2021 aumenta a cobrança da torcida acerca do rendimento do Vovô no Brasileirão. O Tricolor está entre os cinco primeiros colocados desde o início da competição e chegou à semifinal da Copa do Brasil, enquanto o time de Porangabuçu tenta se afastar da zona de rebaixamento.

“Eu sei que o torcedor do Ceará não está feliz, está insatisfeito, não só pela campanha, que tinha uma expectativa muito maior de competir em outro patamar dentro da competição, e também pelo momento que o nosso rival (Fortaleza) passa, eu sei que isso atrapalha também a questão do nosso torcedor. Mas a gente tem que ter os pés no chão, saber que a gente tem um grupo competitivo, que tem condições, sim, de buscar os objetivos que foram traçados pela direção. Temos muito o que evoluir, melhorar, em vários aspectos, principalmente na nossa mentalidade”, completou.

Há pouco mais de um mês, à Rádio Bandeirantes, o técnico Guto Ferreira já havia afirmado que não tinha entendido a demissão do Ceará, no final de agosto, e revelou que ouvia comparações ao trabalho de Juan Pablo Vojvoda, treinador do Fortaleza.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Por , em 2021-10-24 13:42:12


Fonte www.opovo.com.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: