Assembleia de Povos Indígenas reunirá representantes de todas etnias do Estado – Jornal Notícias do Ceará







12 de novembro de 2021 – 14:55
#Assembleia de Povos Indígenas #Ceppir #direitos humanos #etnia Jenipapo-Kanindé #etnia Tapeba #povos indígenas #SPS




Indígenas de todo o Estado se reúnem para discutir saúde, educação, território e a luta da mulher indígena. É a 25ª Assembleia dos Povos Indígenas do Ceará, realizada na Escola Chuí, Território Indígena Pitaguary, de 15 a 19 de novembro, que tem o apoio da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Nesses dias, a expectativa é reunir 200 indígenas das 15 etnias cearenses.

“É um momento importante para os indígenas, pois após dois anos voltamos a nos reunir”, explica a coordenadora da Federação dos Povos e Organizações Indígenas do Ceará e assistente técnica da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Igualdade Racial (Ceppir), Ceiça Pitaguary.

“Nessa assembleia teremos a oportunidade de lançar a campanha Ceará Sem Racismo. Respeite minha história, reforce minha luta, reconheça minha tradição. Um material que foi construído pela Ceppir e que vem mostrar um pouco da história de cada povo indígena do Ceará. Dessa forma, os cearenses terão a oportunidade de conhecer as 15 etnias presentes no estado do Ceará, suas culturas e tradição”, complementa.

No encontro, a SPS apresentará a campanha Ceará sem Racismo, agora voltada para os povos indígenas. “A campanha Ceará sem Racismo trouxe visibilidade ao compromisso antirracista do Governo do Estado. Agora, queremos reforçar nossa luta com os povos indígenas”, pontua a titular da SPS, Socorro França, que participará da abertura da Assembleia. O material traz um folder que apresenta todas as etnias cearenses e um calendário com datas comemorativas para os povos indígenas do Estado.

Desenvolvida pela SPS, a campanha contará com material gráfico sobre quem são estes povos, onde estão localizados, suas convenções, políticas, direitos e onde denunciar crimes de racismo. A cartilha educativa é ilustrada com imagens de mulheres e homens indígenas do Estado e inclui, também, um calendário dos grupos indígenas presentes em 18 municípios do Estado.

Entre os líderes apresentados estão a Cacique Pequena, da etnia Jenipapo-Kanindé; o Cacique Sotero, da etnia Kanindé; Luiza Tabajara, da etnia Tabajara; e Pajé Raimunda, da etnia Tapeba. O material será distribuído para todas as escolas indígenas, aldeias e em eventos da Ceppir.

Sobre a Assembleia

Com o tema Fortalecimento do movimento indígena, a 25ª Assembleia dos Povos Indígenas do Ceará é promovida pela Federação dos Povos Indígenas do Ceará (Fepoince), em parceria com a SPS. A programação inicia na próxima segunda-feira (15), com mesas de debate, lançamentos de livros e documentários, apresentação de toré e torém e cineclubes.





Por , em 2021-11-12 14:55:00


Fonte www.ceara.gov.br

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: