Polícia do Ceará investiga se menina levada do DF sofreu abuso sexual – Jornal Notícias do Ceará

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga se a garota de 13 anos que fugiu do DF na última semana foi abusada sexualmente pelo homem que arquitetou a viagem dela. Identificado como Jocelio Vieira da Luz, 37 anos, ele é servidor da cidade onde a menina foi encontrada, em Massapê (CE).

Conforme explica o delegado do Núcleo Avançado de Inteligência de Sobral (CE), João Gabriel Cardoso, foi instaurado um procedimento para apurar essa possibilidade. “Ainda deve demorar para sair o laudo definitivo, mas precisamos saber o que aconteceu, pois pode ter ocorrido um estupro de vulnerável”, diz.

Veja imagens da família:

0

 

A garota fingiu que iria para a escola e pegou um avião sozinha com destino a Fortaleza. Com documento falso em mãos e a ajuda de Jocelio por meio de mensagens, ela chegou na capital do estado nordestino onde passou pouco tempo até ir para o interior. “Ele deu total apoio o tempo inteiro”, destaca o investigador.

Segundo apurado pela delegacia, o motivo da fuga teria sido um suposto problema entre a garota e a família dela. “Foram diversas situações que narradas, mas que ainda não sabemos da materialidade”, explica.

Família deu detalhes de como era o homem

A família deu detalhes do perfil do homem acusado de ter convencido a estudante a ir para o Ceará. A menina estava desaparecida desde 5 de novembro e foi encontrada pela polícia na quinta-feira (11/11), conforme revelou o Metrópoles.

Pelas redes sociais, ele se apresentou como um jovem de 15 anos chamado Maurício Gomes Chagas. O padrasto da menina, o pintor José Emerson Santana Loureiro, 41, relata que a estudante frequentemente conversava com o acusado pelas redes sociais. A jovem sempre dizia aos responsáveis que se tratava de um adolescente.

Os parentes narraram ao Metrópoles que, certo dia, a menina marcou o encontro em uma estação do metrô com o suposto adolescente. Tainá estava acompanhada da mãe, que, a distância, monitorou os dois. Na ocasião, a família não desconfiou e acreditou se tratar de um jovem por causa do porte físico.

“Ele é baixinho, com boa aparência, se veste bem. Enganava qualquer um. Usava boné e tinha cara de menino. Foi um susto para a gente”, contou José Emerson.

Conforme os relatos da família, o acusado teria um perfil no Instagram. De acordo com as investigações, ele sempre buscava se aproximar de meninas. O homem está preso no Ceará.

À espera da adolescente

A menina, que mora em Samambaia Sul, desapareceu em 5 novembro. Foi reencontrada a partir de investigação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e da Polícia Civil do Ceará.

José Emerson cria a garota desde que ela tinha 2 anos. “Ela sempre me chamou de pai”, afirmou ao Metrópoles, com alívio no coração.

A família aguarda a volta da menina, que está sob a guarda do Conselho Tutelar. Ainda não há data para o regresso, mas há informações de que ela volta ao DF na próxima semana. Segundo familiares, a volta depende de etapas administrativas e do aval da Justiça.

Até lá, o pintor espera no portão pela volta da enteada, com a mãe da menina, Jane da Silva, 31; a avó Eulália dos Santos Santana, 64; e o tio Jociel Santana Loureiro, 35.

Enquanto aguarda o abraço do reencontro, José Emerson faz questão de aconselhar outras famílias para que redobrem a atenção e os cuidados com filhas e filhos.

Aeroporto

Segundo nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública do Ceará, o homem de 37 anos, agora tratado como suspeito pela polícia, veio buscar a estudante no DF usando um nome falso.

A pasta anunciou que a jovem foi encontrada com o suspeito no município de Massapê, a cerca de 250km de Fortaleza. Os dois entraram em contato por meio de redes sociais e desembarcaram no aeroporto de Fortaleza, na capital cearense, no último sábado (6/11).

“Após a troca de informações (entre a PCDF e a Polícia Civil do Ceará), foi possível refazer o trajeto da jovem e localizá-la. No momento da abordagem, na cidade de Massapê (CE), a adolescente estava com o suspeito e ambos demonstraram surpresa pela localização do paradeiro dela”, informou a Secretaria de Segurança Pública do Ceará.

Ambos foram conduzidos à delegacia do município de Sobral (CE) e prestaram depoimento. Ainda segundo a SSP-CE, a jovem passará por exames periciais e será encaminhada para Fortaleza, onde deverá ser ouvida na sede da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), no estado cearense.

Por , em 2021-11-12 19:20:00


Fonte www.metropoles.com

Redação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: